Quando o vazio grita

Um ciclo de sentimentos repletos de espinhos
Fazem meu peito sangrar em meio aos gritos de desespero
Diante de um golpe certeiro
Em uma alma já repleta de receios

Quero um fim nisso
Ou quem sabe mudar o tipo de ciclo
Mas não consigo sair
Eu não consigo me livrar dessa dor que mora aqui
E viu em mim
Uma morada sem fim

Eu quero falar, mas as palavras se tornam nós
E eu me sinto tão sozinha mesmo não estando a sós
Sinto cada lágrima caindo
Como se fossem anzóis
Levando aos poucos pedaços da minha alma
Presos agora em lençóis
Num oceano de tristezas
De incertezas

Minha alma se definha
Enquanto por dentro me sinto vazia
E me pergunto o que faço da minha vida
Me pergunto se realmente isso é estar viva.

Sophia Oliveira

Um comentário em “Quando o vazio grita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s