Desilusão

Tenho costume de me importar demais
E acabei vivendo uma amizade que não existia
Afinal, somente eu a via como minha amiga
E como se isso não bastasse, descobri da forma mais fria

Pensei, por muito tempo, que o problema era comigo
Senti-me sozinha e desamparada
E acabei, por fim, abandonada

Mas percebi que o único problema
Foi que não signifiquei nada

Fui apenas usada.

Sophia Oliveira

 

2 comentários em “Desilusão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s