Recordações

No escuro do meu quarto
Vejo o tempo sendo arrastado
Enquanto meus olhos não se fecham
E as lembranças de você não cessam

São tantas memórias
Que a cada segundo ficam mais claras
E o que me resta nessa noite fria
São recordações que jamais vão ser esquecidas

É como enxergar você ao meu lado
Sentir nossos dedos entrelaçados
Olhar nos seus tímidos olhos
E ver o quão perfeito é meu amado

Mais que lindas memórias
Me encedeiam e a cada hora
Percebo que mesmo distante
Esse amor continua gigante

Nem pela eternidade eu poderia mostrar
O quanto sou grata por esse sentimento
Que sempre soube me tranquilizar
E me tirar dos piores tormentos.

Sophia Oliveira.

4 comentários em “Recordações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s