Angustia de um pensamento

Minha alma evapora pelo tempo
Enquanto cada pensamento
Se torna um grande tormento

Meus olhos cansados
Já não querem mais abrir
Meu sangue derramado
Já não pode voltar a mim

Meu peito apertado
Deseja algo tão inalcançado
Tão distante e idealizado
Que jamais deveria ser tão sonhado

Carrego o peso em meus braços
De um coração angustiado
Tão triste e acabado
Que se tornou tão esgotado

Minha vida é levada pela brisa
Pela sua fragilidade
Para viver na sua eterna agonia
De tão cedo ter sido perdida.

Sophia Oliveira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s